08 April 2015

Indicando 5 seriados!

   Olá Ledores, tudo bem com vocês? Prometi há vários posts atrás que iria diversificar o assunto central do blog, então venho hoje aqui para indicar 5 séries que acompanho e recomendo! Lógico que foi uma luta tensa escolher só 5 dentre as 27 que vejo, mas até cheguei a um resultado justo e usei como base, escolher séries que não são tão conhecidas. Então, vamos lá?


1. True Blood (Série finalizada)
   Como não começar indicando a minhas série preferida de todos os tempos? True Blood é um misto de aventura com fantasia que é impossível não amar, foi a primeira série que vi e ela que me trouxe para os demais seriados que vejo, mas por ser a primeira, sempre será especial, e por diversos quesitos, ela é a minha preferida de todas, mas que infelizmente, já acabou! 
Sinopse: A série mostra Sookie Stackhouse, uma garçonete que pode ler os pensamentos das pessoas. Sua vida vira de ponta-cabeça quanto ela conhece o vampiro Bill dois anos depois dos vampiros "saírem do caixão" se revelando para a humanidade. Isso aconteceu graças à criação por pesquisadores Japoneses de um sangue sintético chamado “Tru-Blood“ (que dá nome à série). Os vampiros agora, com sua existência revelada ao mundo, lutam por direitos civis e o reconhecimento da sociedade, enfrentando seus medos e preconceitos.

2. Skins (Série finalizada)
   Sabe aquela série nostálgica que te faz querer muito fazer parte daquele mundo? É essa! Skins, é uma série britânica que tem como foco nos apresentar a juventude e os dramas que todos passam em algum momento de sua vida, normalmente na adolescência. Apesar da série ser resumida em festas, drogas, sexo e jovens rebeldes, acho essa série uma grande filosofia e fonte de reflexão para a nossa vida. É uma série inteligente, emocionante e que à cada episódio, você se sentirá propício a chorar.



Sinopse: "Juventude à Flor da Pele" é um drama teen inglês que focaliza em um grupo de adolescentes, que mora na cidade de Bristol. A série mostra as angústias dos personagens e os seus problemas pessoais, enquanto eles precisam lidar com questões relacionadas a raça, religião, sexualidade, drogas e transtornos alimentares.

3. Falling Skies
   Essa é uma série extremamente boa, mas não muito conhecida porque até hoje não encontrei e não fiz nenhuma amizade com alguém que também a acompanha. Mas resumidamente, é tipo um The Walking Dead com alienígenas ao invés de zumbis. Eu particularmente adoro essa série, embora ache que a história dessa quarta temporada tenha saído um pouco do ritmo das anteriores, mas mesmo assim, é viciante e super recomendo!
Sinopse: Escrito e produzido por Robert Rodat e Steven Spielberg, esta série se passa depois de uma raça alienígena ter dizimado a maioria da população humana. Um grupo de soldados se mobiliza para tentar se opor contra a força alienígena.

4. The Middle
   Descobri essa série ano retrasado quando ela já estava em sua quinta temporada, e assim que vi o piloto, só parei de ver quando já não tinha mais nenhum episódio para ver. Esse seriado segue ao estilo de The Big Bang Theory: gênero de comédia com episódios de vinte minutos cada. Adoro tanto essa série que me sinto parte da família Heck, e sem contar que Brick ama livros e ao longo da série ele já leu mais livros do que li a minha vida toda. Sem exagero, mas é impossível ver essa série e não se apegar em todos os personagens.
Sinopse: Frankie e seu marido, Mike, vivem em Orson, na Indiana, desde sempre. Homem de poucas palavras, Mike é o gerente das escavações e Frankie é a terceira melhor vendedora de carros usados em uma empresa com três empregados. Ela pode não ser uma empresária superpoderosas, mas quando o assunto é sua família, ela faz o possível e o impossível. E com filhos assim, geralmente ela tenta o impossível. Temos Axl, seu filho adolescente semi-nudista, Sue, a adolescente esquisita que falha em tudo que tenta fazer, e Brick, o garoto de sete anos cuja melhor amiga é sua mochila de escola. Às vezes parece que todos estão tentando chegar ao topo (ou lutando para não chegar o fundo do poço), mas acreditamos que Frankie e sua família vão encontrar muito amor e muitas risadas em algum lugar no meio do caminho.

5. Looking
   Essa série é meio que um tabu, mas não poderia deixar de indicá-la aqui. Trata-se de um seriado com temática LGBT, com enredo de destaque o mundo gay. A série recentemente chegou ao fim de sua segunda temporada, e pelo o que fiquei sabendo, ela foi cancelada. Infelizmente como fã, fiquei muito triste, mas no mundo de hoje é difícil chegar com esse tema e conseguir espectadores para mais de duas temporadas... Enfim, é uma série super bacana que retrata bem esse mundo ao qual as pessoas "normais" acham tanto estranho. Assistindo a série você percebe que o gay, é uma pessoa como você. Ele tem contas à pagar, ele trabalha, ele passa por problemas, ele se diverte, enfim, ele faz tudo o que qualquer pessoa faz, inclusive se apaixonar... E falando em paixão, essa série é um misto de paixão com drama que te prende bastante.
Sinopse: Patrick é um jovem de 29 anos de idade que trabalha como designer de vídeo game. Depois de terminar um noivado, ele volta a circular no mundo dos "solteiros à procura". Quando a série tem início, ele ainda está tentando lidar com a ideia de que seu ex vai se casar. 
Augustín tem 31 anos. Apesar de relutante, ele concorda em ir morar com seu namorado Frank, em Oakland, mas teme não ser capaz de manter uma relação monogâmica longe da badalação noturna.
Com 39 anos, Don é o mais velho dos três. Trabalhando há anos como garçon, ele divide um apartamento com sua amiga Doris. Ao reencontrar Ethan, sua antiga paixão, ele fica surpreso em ver que agora ele é um bem sucedido agente imobiliário. Isto leva Don a perceber que ele ainda não conseguiu se realizar profissional e pessoalmente, o que faz com que ele comece a vivenciar a crise da meia-idade.
Em meio às histórias dos três amigos, a série acompanha a vida de São Francisco por onde transitam diversos personagens. Entre eles, Lynn, um empresário atraente que se torna a voz de Castro, um dos mais importantes e simbólicos bairros gays da cidade; Kevin, um especialista em vídeo games que já conseguiu se estabelecer financeiramente; Richie, um barbeiro que também trabalha como porteiro no drag club latino Mission; e Owen, colega de trabalho de Patrick.

   Pessoal, chegamos ao fim das indicações, mas quem sabe eu não volte aqui para fazer uma "parte 2" desse mesmo post indicando mais cinco séries? Enfim, espero que vocês gostem e levem a sério o fato de começar a ver alguma série que mencionei aqui, garanto que não vão se arrepender. 

   Até mais Ledores!

12 comments:

  1. Vou procurar saber das outras séries, pois Looking eu já assisti, reassisti e quero assistir de novo. Adorei o post!

    Abs - Pedro Ramos

    www.digapedro.com.br

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Pedro, procure saber e se gostar assista sim! Obrigado.
      Até mais.

      Delete
  2. Oi, Juliano!
    Também acompanho umas 20 séries, rs. Inclusive fiz um post la no blog sobre minhas preferidas.
    Entre elas, está Skins. Principalmente as duas primeiras temporadas, com a 1ª geração de personagens.
    Falling Skies é uma série que há muito tempo eu pretendo acompanhar...

    Abraços,
    Diego.

    pecasdeoito.blogspot.com.br

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Diego! Realmente, essa vida é muito curta para o tanto de seriados que existe mundo à fora... Skins é vida, a primeira geração é a melhor!
      Veja Falling Skies sim!

      Abraços, até mais.

      Delete
  3. SKINS <3 <3 <3 <3 <3
    THE MIDDLE <3 <3 <3 <3
    Adorei o post. Skins é minha série favorita ! Sou apaixonado pela 1ª geração
    *-*
    Abraço
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ReplyDelete
    Replies
    1. Skins, The Middle <3
      A primeira geração é a melhor!

      Abraços!

      Delete
  4. The Middle <333333 Acho que é a unica série de familia que eu acho engraçado KKKKKKK, eta familia abestada sô kkkk <33 Adorei as indicações amore, blog já ta nos meus favoritos do dia-a-dia!

    Bjs, Bea.
    ahoradocafeliterario.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Bea! The Middle é vida, amo amo amo demais! Aquela família é um amor e uma comédia.
      Obrigadão pelo carinho viu?
      Beijão!

      Delete
  5. Adorei suas indicações, Skins é muito vida <3
    Vou começar a assistir The Middle, quero dar umas risadas familiares! haha
    Beijos!!
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Beatriz, assista The Middle sim, acho que você vai amar!
      Beijão!

      Delete
  6. Muito show o post. Mais show ainda por minha série está na lista SKINNNS! Bem que podia ter ficado em primeiro, mas respeito sua opinião U.U HEHE

    ReplyDelete
    Replies
    1. Oi Rael!
      Por mais que eu ame Skins, True Blood sempre será a favorita!
      Ahaha, até mais!

      Delete