02 March 2017

Série: Limitless (2015 – 2016)

   Brian Finch tem 28 anos e toda sua existência se resume a nada, sempre falhando na busca em fazer algo bom na vida. Até que conhece NZT, uma droga em forma de pílula que misteriosamente dá 100% de acesso à capacidade de seu cérebro. Ter acesso a toda inteligência é um preço alto a se pagar, e Brian percebe isso da pior maneira: após o efeito da droga passar, começam a aparecer os seus efeitos colaterais.
   Aí que o Senador Edward Morra entra na história e propõe uma parceria para Finch. Morra também é usuário e está um passo a frente da droga: ele desenvolveu a imunidade dos efeitos colaterais. Sua parte do acordo é fornecer injeções para Brian – que se destacará de qualquer outro usuário por ter imunidade – mas em troca, Brian terá que usar essas habilidades para ser seu bode expiatório dentro do FBI, do qual foi contratado como consultor devido à inteligência repentina.
   Mas ficará difícil para Brian jogar dos dois lados, já que dentro do FBI criará laços com Rebecca e outros agentes, além de começar a se envolver com os casos e se destacar por suas habilidades fornecidas pela droga, assim entrará de cabeça no mundo da investigação criminal e no dilema de que o Senador tem total controle sobre ele já que precisa fazer tudo para ter acesso à imunidade.



   Infelizmente a série foi cancelada ainda na primeira temporada, mas é uma ótima indicação para prolongar as suas experiências caso você tenha visto o filme "Sem Limites (2011)" e queira viver mais um pouco dentro desse mundo.
   Os episódios vão surpreendendo a medida em que os acompanhamos, os personagens são muito bem interpretados e seus textos são bem escritos. Vale ressaltar que assim como o clima policial investigativo, a série também usa muito a comédia para entreter quem assiste.
   Particularmente, não é o meu gênero favorito e não daria certeza se continuaria vendo a série, mas fiquei triste com o cancelamento. Era uma série boa, original e que poderia ter sido mais explorada. De qualquer forma, fica a indicação!


Até a próxima Ledores!

No comments:

Post a Comment