21 July 2014

Resenha: Diários do Vampiro - O Despertar


Em Fell Church, uma cidade pacata em West Virginia, a garota mais popular da escola Robert E. Lee apaixona-se por um vampiro com quatrocentos anos. Com a ajuda das amigas, Meredith e Bonnie, Elena fará tudo para seduzir Stefan. E Stefan fará tudo para proteger Elena… dele mesmo.
O adolescente de esconde um passado sombrio e uma sede que não consegue controlar. Com ele, arrasta a memória de um amor perdido e um irmão que apenas deseja vingança. Em Florença, no Renascimento, Stefan e Damon Salvatore lutaram pelo amor da mesma mulher. Séculos mais tarde, voltarão a fazê-lo por Elena. Diários do Vampiro – O Despertar é a introdução a um triângulo amoroso: a história de dois irmãos vampiros que se odeiam e de uma garota que se vê dividida entre os dois.


RESENHA
      Após alguns meses do acidente que matou seus pais, Elena volta para a escola certa de que conseguirá retomar e continuar com a sua vida, a jovem passa dia após dia fingindo estar feliz, mas totalmente abalada por dentro. Até que Stefan Salvatore, o aluno novo, estrangeiro e misterioso chega para deixar Elena incerta de todo o seu poder que possui na escola, já que é considerada uma "rainha" entre os alunos.
      Na primeira vez que ela vê Stefan, ela sente uma forte atração por ele e fica decidida que ela irá apostar todas as fichas para conquistar o garoto, porém ela não imagina que logo de cara, ele não está nenhum pouco interessado na menina.
      Mas esse desinteresse todo é apenas um desafio para Elena, que vai usar a ajuda das amigas Bonnie e Meredith para seduzir o novato. E Stefan fará de tudo para fugir de Elena e de todo o segredo em que se envolve.
      Cada vez mais obcecada e mas próxima de Stefan, Elena percebe que alguns mistérios do rapaz são incompreendíveis a seus olhos e começa a desconfiar de que ele esconde dela uma coisa muito mais perigosa do que imaginava, e é aí que ela descobre que ele é um vampiro com mais de 400 anos e que voltou a cidade para tentar ter uma "vida" normal.  
      Porém o romance não durará muito, porque com a chegada de Damon, irmão de Stefan e seu maior rival, ele tentará machucar Stefan da maneira que o passado sombrio dos dois sugere, conquistando Elena pra si mesmo, já que há séculos atrás os irmãos Salvatore lutaram pelo amor da mesma mulher, e isso resultou em se transformarem em vampiro e se odiarem por toda a eternidade. 


      Vamos ao o que achei do livro...
    Bom, esse livro completamente não estava nos meus planos para ler, mas uma amiga minha ganhou os 3 primeiros livros e veio me contar que estava lendo o primeiro e que estava gostando muito... ai na onda dela, assim que acabou de ler, peguei emprestado e devorei o primeiro livro em apenas dois dias.
      Pra quem é meu amigo, acharia totalmente estranho ver eu lendo os livros dessa série, já que abomino tanto a série de televisão - levando em conta que nunca vi um mísero episódio, mas quando terminei de ler, percebi que o livro não é tão ruim assim e que querendo ou não, posso até me surpreender com a série de televisão. 
      Explicando melhor, eu nunca gostei da série mesmo sem ver um episódio sequer, um dos motivos é a comparação com True Blood, que muitos fazem sem motivo, porque The Vampire Diaries é ficha perto de True Blood, e também que True Blood é uma série mais adulta, madura e foge daquele drama adolescente que The Vampire Diaries é, e isso me irrita demais.
      Mas saindo do assunto da série de televisão - porque foi o livro que eu li...
     Eu amei o livro, e mesmo sendo o oposto do que eu amaria ler em um livro, me senti a vontade lendo e o livro me conquistou. É uma coisa muito adolescente e fraca comparado aos outros livros que já li, mas que mesmo assim te prende e não te faz soltar o livro até terminá-lo. É certo dizer que o livro tem muitos pontos negativos, mas me pareceu que todo o resto pareceu compensar. E não me perguntem quais pontos negativos, porque isso já deve estar claro para todos.
      Enfim, como uma conclusão geral, esse é um daqueles livros com uma qualidade literária não muito boa, mas que mesmo assim eu gostei e com certeza quero continuar lendo os livros da série. 


      Fiquei muito em dúvida sobre a pontuação desse livro, mas por fim resolvi que ele merecia sim 4 diários.
Link do livro no skoob aqui


      Ah, é claro que não poderia deixar de falar da primeira impressão que tive diretamente com a autora - e sim, nunca tinha lido nada da L. J. Smith. 
      Acho que um dos fatores que mais me prendeu no livro foi a escrita, que apesar de ser um gênero "adolescente", a escrita é bem madura mas também simples, dando bastante clareza pra quem lê... E o modo de descrever as coisas dela, é sensacional. Eu imaginei tudo certinho e me senti dentro do cenário, e isso a fez cumprir o seu papel de mostrar sua visão ao leitor.
       Sei que é injusto comparar, mas eu já tinha visto a série de televisão The Secret Circle - também baseada nos livros da autora - e gostei muito, e desde então os livros dessa série estão na minha wishlist... até criando teias de aranha... Mas por obra do destino, acabei tento o contado com L. J. Smith através de Os Diário do Vampiro, e não me arrependo nenhum pouco, porque isso só me faz querer ainda mais ler os livros de "O Círculo Secreto."

Espero que tenham gostado, e até a próxima Ledores!


3 comments:

  1. Oi, Juliano! Tudo bem? Antes de ler "O Despertar", eu assistia esporadicamente alguns capítulos da série de TV e, tirando todos os draminhas chatos, ela era até bacana! Depois fui ler o primeiro livro e fiquei completamente decepcionada :/ Achei a história rasa e a Elena era extremamente irritante, mas fui persistente, li o segundo livro e gostei bem mais, mas não o suficiente para continuar lendo. Assim como você, tenho mais esperanças com "O Cícrculo Secreto", acho que irei gostar bem mais desses livros, visto que eu achava a adaptação bem mais legal! Bjs
    Jéssica - http://lereincrivel.blogspot.com.br/

    ReplyDelete
  2. Vampire Diaries é uma das melhores histórias que conheço sobre este assunto. Outra série mais recente do mesmo sexo é True Blood, em cada história é bastante atraente para esta revisão.

    ReplyDelete